terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

O herói-surpresa da retoma






O Finantial Times assume hoje que Portugal é o herói-surpresa da retoma na Zona Euro (ver aqui) 

Reconhece os indicadores positivos conseguidos no âmbito das exportações e a forma como tem superado as estimativas económicas. Dá também a perspectiva mais negativa e do preço da austeridade, da emigração e das fracas perspetivavas que os portugueses têm no seu futuro.

É claro que este reconhecimento do FT vale o que vale do ponto de vista eleitoral (ver aqui) e que estas notícias pouco ou nada se têm refletido na intenção de voto, conforme as sondagens têm demonstrado (ver aqui), mas é inegável que este reconhecimento é mais um sinal positivo para o Governo e mais uma má notícia para o Seguro...