segunda-feira, 26 de maio de 2014

Não bastou a nega de Sampaio em 2004


Mais vale esperar sentado até porque desta vez não tem nenhum cargo do qual se possa demitir.