sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Só posso imaginar a empreitada que não teriam pela frente ao chegar a Roma...... #ISIS #Ingnorância #Cultura #História

Sendo muito deste património mundial, não é a primeira vez que o fanatismo, na falta de mais argumentos, decide destruir essas grandes ameaças ao islão, estátuas e gravuras em pedra.


Quem vai sofrer mais diretamente com esta atitude serão as gerações futuras da Síria e do Iraque, que anos após o desaparecimento do ISIS apenas poderão observar arte e cultura do seu país em fotografia.

No Afeganistão em 2001 os Taliban fizeram algo do mesmo estilo...



Com a vontade de conquistar a Europa já várias vezes referida pelo ISIS (já escrevi sobre isto aqui), só posso imaginar a empreitada que não teriam pela frente ao chegar a Roma...