segunda-feira, 20 de julho de 2015

Foi-vos dada a opção entre a desonra e a guerra. Escolheram a desonra e terão a guerra


Periodicamente ao longo da história deparamo-nos com figuras e movimentos que representam um retrocesso civilizacional. Movimentos assentes naquele que é o lado mais negro do Ser Humano, o sectarismo, a intolerância e a injustiça.

A história do mundo está carregada destes períodos, basta olhar para o Século XX, Século dos totalitarismos, do Nazismo e das perseguições étnicas no Ruanda e na Bósnia. Estas três situações em particular partilharam da mesma inação, do mesmo assobiar para o lado da comunidade internacional, que optou pelo caminho mais simples, o caminho com menos contestação interna nos seus países, o caminho que evitava a intervenção, que evitava a guerra, que vendia a alma em troca da paz.

Deu no que deu... Milhões de mortos e três manchas na evolução humana.

Atualmente, a Europa começa a ter muita dificuldade em assobiar para o lado. E torna-se cada vez mais difícil esconder este problema global que se autoproclama como Estado Islâmico.

Para além das questões de segurança (já escrevi sobre isto aqui e aqui), dos assassinatos e atentados contra inocentes, turistas, jornalistas e todos o que diferem da sua forma de pensar ou agir

Para além da questão humanitária (lê mais aqui e aqui), dos deslocados e refugiados que diariamente põe a sua vida e das suas famílias em risco para fugir para a segurança na Europa...

Para além da ameaça cultural e da destruição de património mundial (já escrevi sobre isto aqui)

Este é um problema civilizacional que afeta o mundo todo e não será um muro que o irá resolver.



Raramente olhar para o lado faz com que um problema desapareça e a escolha do caminho mais fácil pouco mais faz do que adiar o inevitável.

Talvez, por isso, hoje valha a pena relembrar a frase que Churchill proferiu em 1938, aquando da tentativa de viabilização de uma solução pacífica com Hitler, por parte do então PM do Reino Unido, Chamberlain.

"Foi-vos dada a opção entre a desonra e a guerra. Escolheram a desonra e terão a guerra"