quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Lisboa e o aumento brutal...da ÁGUA


LISBOA É MAU EXEMPLO...O preço da água em Lisboa (PS) vai ter um aumento médio de 6% no próximo ano, de acordo com os dados da EPAL.

A água da capital é a que mais aumenta no próximo ano entre os maiores concelhos do país.

Por exemplo, em Cascais, a autarquia (PSD) vai reduzir em 0,5% os custos para os munícipes, enquanto que no Porto (IND), o preço da água sobe 3,3% já a partir de Janeiro.

E diziam-nos que a tributação sobre os contribuintes era demasiado alta. Mais uns que como Oscar Wilde acreditam que a coerência é a virtude dos imbecis.

È o que temos...


A retórica habitual tem tratado o Daesh (ou autodenominado Estado Islâmico) como mais um movimento jihadista, como a al-Qaeda por exemplo, com a particularidade ser eventualmente apenas mais violento ou melhor “marketeer”. Ainda recentemente, Obama referiu-se ao Daesh como “a terrorist organization, pure and simple”.
Embora se perceba o propósito desta retórica (a desvalorização atenua a sua capacidade de galvanização e mobilização para a causa), a manutenção desta lógica no combate não será produtiva.
O Daesh utiliza efectivamente o terror como táctica mas não se estrutura como os demais grupos terroristas (com a al-Qaeda à cabeça). Desde logo, tem um efectivo na ordem das dezenas de milhares (estimam-se 30 mil combatentes), ultrapassando qualquer outra organização terrorista. Para além disto, dispõe ainda de um território demarcado, capacidade de autofinanciamento, controla linhas de comunicação e infra-estruturas, possui uma estrutura administrativa e mantém capacidades militares relevantes. Tem ainda objectivos bem mais pragmáticos que a al-Qaeda: enquanto esta aspira à globalização do islamismo e à derrota total dos infiéis, o Daesh contenta-se, para já, com o controlo de território onde possa implementar a sua interpretação da sharia.
Mas a característica mais distintiva neste contexto e que lhe confere um estatuto diferente dos grupos terroristas conhecidos será, porventura, a capacidade de enfrentar em combate directo forças militares convencionais e desenvolver operações de grande envergadura.
A configuração e funcionamento do Daesh estarão assim mais próximos de um estado rudimentar do que de um grupo terrorista sofisticado. E é precisamente por isto que as estratégias e tácticas contraterroristas e contrasubversivas não serão, per si, suficientes para erradicar esta ameaça.
A prova desta afirmação reside na recente conquista de Ramadi pela forças governamentais iraquianas e aproximação do exército curdo a Raqqa. Este avanço deve-se, nas palavras dos responsáveis militares pela operação, a uma alteração drástica na forma de combate, passando “das operações de contra-insurgência, que usaram durante anos contra os terroristas, para as tácticas de guerra convencional”.

De todas formas, as estratégias e tácticas anti-terroristas e contra-insurgentes não podem ser descuradas neste combate e terão que ser aliadas a medidas de desradicalização e relacionamento com comunidades locais, entre outras “soft measures”. Este regresso à guerra convencional só resultará no contexto da disputa territorial. Na conquista dos “hearts and minds”, a abordagem terá que ser necessariamente diferente.

Quando a arte do piropo se junta ao crime ...


Tão tradicional, tão Portuguesa arte, agora criminalizada,  a do bom e "rústico" piropo ...


Será que é mais criminoso aquele que manda um piropo ou aquele que rouba o povo ? 

As prioridades deste governo serão penalizar os "piropeadores" ou aqueles que nos roubam os bolsos descaradamente ? 

Deixo-vos aqui a pergunta ... 

Resta-nos Bocage!

És dos Céus o Composto Mais Brilhante
 
«Marília, nos teus olhos buliçosos 
Os Amores gentis seu facho acendem; 
A teus lábios, voando, os ares fendem 
Terníssimos desejos sequiosos. 
 
Teus cabelos subtis e luminosos 
Mil vistas cegam, mil vontades prendem; 
E em arte aos de Minerva se não rendem 
Teus alvos, curtos dedos melindrosos. 
 
Reside em teus costumes a candura, 
Mora a firmeza no teu peito amante, 
A razão com teus risos se mistura. 
 
És dos Céus o composto mais brilhante; 
Deram-se as mãos Virtude e Formosura, 
Para criar tua alma e teu semblante.»

Du Bocage


terça-feira, 29 de dezembro de 2015

"El Chapo" Guzmán vs El "Piropo"

Ontem, quando uma agencia noticiosa internacional passava em revista alguns dos principais marcos noticiosos de 2015, surgiu um discorrer de alguns dos problemas sociais e humanos que hoje assolam o Mundo.
 
Falou-se em guerra, em tráfico e exploração humanas, em terrorismo, em corrupção e falou-se em tráfico de estupefacientes, com uma especial referência à violenta guerra que o estado mexicano desenvolve contra os carteis de droga. No México, o narcotráfico assume uma dimensão tal que chega mesmo a colocar em causa o normal funcionamento e a própria existência do Estado.
 
Enfim parecem problemas distantes... A determinada altura dei por mim a pensar se estaríamos nós a contribuir para a construção de um Mundo melhor! Seja como for, da informação recolhida ontem, na reportagem e nas redes sociais, retirei dois exemplos paradigmáticos de fenómenos de índole criminal que preocupam as gentes no México e em Portugal. No México, os sanguinários carteis de narcotráfico, em Portugal, a irrefletida verborreia de taxistas, operários e outros que tais...


 
São, sem dúvida, fenómenos que refletem duas realidades distintas, sendo a atenção, que tais fenómenos alcançam, reflexo da natureza e da dimensão dos problemas reais das referidas sociedades. Refletem por outros lado, a, por vezes, lamentável gestão política das prioridades públicas. 
 
 
Em Portugal esse desnudar é caricato! Ao menos, estamos melhor que os mexicanos, tão ocupados no combate aos "barões da droga". Por cá "está-se bem" e o grande problema é o "piropo". "El Chapo" Guzmán vs El "Piropo"... Até parece um anúncio ao próximo combate de wrestling mexicano!

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

e a figura do meu 2015 é... o/a refugiado/a

Fogem dos seus lares, temem pelas suas vidas por causa dos conflitos, pelas grosseiras violações dos seus direitos humanos; atravessam países e mares arriscando a vida à procura de uma existência mais digna ou de uma qualquer existência...

São estes homens, mulheres e crianças que marcam o meu 2015.

Eu sei que as imagens são duras, mas não chegam sequer perto do quão duro é o dia-a-dia destas pessoas.

Pensem nisto. Só um bocadinho.

Um grande 2016 para todo/as, mesmo todo/as :-)









Quando os media não dizem o que queremos ouvir...

À medida que se aproximam as eleições presidenciais vamos começando a encontrar as primeiras marcas de campanha negativa.

Durante o fim de semana de Natal surgiu este vídeo (ver aqui) que acusa a imprensa de estar a levar ao colo o Marcelo Rebelo de Sousa. 

Perante um resultado que aparenta ser cada vez mais inevitável, a desresponsabilização para cima dos media é sempre uma boa opção. Como que se as fraturas na esquerda fossem culpa dos media e não de quem decidiu ou gaguejou na escolha do principal candidato da esquerda.

Mas esta aparente falta de mimo da imprensa não é exclusiva da esquerda, há também na direita quem se queixe de falta de rigor nos media, mas pelo menos com um pouco mais de humor.


No caso BANIF, para além das graves e sérias suspeições de irresponsabilidade de diversos atores envolvidos, há um outro fenómeno a merecer atenção: a relação Prisa-TVI-Santander.

A 13 de Dezembro, a TVI (pertencente ao grupo Media Capital, por sua vez detido pela Prisa) noticia que o BANIF vai fechar e em poucos dias o banco regista perdas de 900 milhões de euros, incomportáveis para a sua dimensão. Como consequência, procede-se à aplicação da medida de resolução que implica, entre outros aspectos, a venda da “parte boa” do BANIF ao Santander por 150 milhões. Santander que, por sua vez, é um dos principais accionistas da Prisa.

Já por diversas vezes referimos que aliados político-militares não o são, necessariamente, no campo económico e que o conceito de guerra económica nos deveria merecer mais atenção, particularmente em contextos adversos.


Para quem acha que os serviços de informações se devem manter afastados da “economia”, esta é uma boa oportunidade para rever essa posição.

sábado, 26 de dezembro de 2015

BANIF - Guia para a golpada !



Sérgio Figueiredo não é jornalista, mas foi diretor do Jornal de Negócios e é agora diretor de informação da TVI, responsável máximo pela informação do canal. 
Foi administrador da EDP entre 2006 e 2012, nomeado por José Sócrates.
A TVI é detida pelo grupo espanhol PRISA, que pertence a um alto quadro do PSOE (Partido Socialista Espanhol), que é, por sua vez, um grande acionista do Banco Santander.

No dia 13 de Dezembro (domingo) a TVI lança o pânico na banca portuguesa, com uma noticia falsa sobre a resolução do BANIF.

No dia 14 de Dezembro (segunda-feira) o BANIF desmente categoricamente noticia da TVI, no entanto a corrida aos balcões do BANIF foi imparável, levando a uma descapitalização do banco em 1.000 milhões de euros nesse mesmo dia 14 de Dezembro.

No dia 15 de Dezembro (terça-feira), com o BANIF já em colapso financeiro, a TVI pede desculpas: "A TVI envia desculpas aos seus espetadores, mas também aos acionistas, trabalhadores e clientes do Banif, pela difusão de um conjunto de informações que, embora cabalmente esclarecidas no jornal “25ª hora”, emitido à meia-noite, poderão ter induzido conclusões erradas e precipitadas sobre os destinos daquela instituição financeira".

Em dois dias o BANIF estava em colapso total devido a uma notícia falsa, produzida por um órgão de comunicação social, pertencente ao mesmo grupo que acabaria por adquirir o banco, deixando o Estado Português e os portugueses com milhares de milhões de euros de prejuízo.

No dia 18 de Dezembro o banco liderado por Jorge Tomé confirmou que recebeu seis propostas de compra pela participação de 60,5% detida pelo Estado. Entre essas propostas constava uma da Norte Americana Apollo que comprava o banco por 400 milhões de euros numa solução que não implicava qualquer injeção de capital pelo estado português.
Nenhuma dessas seis propostas foi sequer aberta e analisada.

No dia 20 de Dezembro (domingo), o primeiro-ministro português comunica ao país a compra do Banif pelo Santander, com pesadas perdas para os contribuintes.

Numa semana, um banco português é devastado por uma notícia falsa de um canal privado (detido por elementos do partido socialista espanhol e com um diretor de informação ligado ao partido socialista português) e comprado (com pesadas perdas para os contribuintes portugueses) pelo Banco Santander, detido pelo mesmo grupo que lançou o pânico sobre o BANIF e que o fez colapsar com uma notícia falsa.

O BANIF não era um caso de polícia como o BPN e o BES... Mas não será um caso de polícia a tomada de posse do Santander sobre o BANIF??


Fica a pergunta...

Coerência segundo Passos e Oscar Wilde



"A coerência é a virtude dos imbecis", Orcar Wilde

Ao que parece Pedro Passos Coelho tem sobre a coerência a mesma visão do poeta e escritor, Oscar Wilde.



quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

OE Retificativo a ironia das ironias

Ironia das ironias. No primeiro momento em que o atual executivo teve necessidade de ter o apoio da direita que apeou do Governo com a justificação da dita estabilidade, eis que é a própria direita a viabilizar o OE Retificativo sobre o BANIF. Parece que afinal o governo do Dr. António Costa,  não só necessitou do voto do PSD, como não teve de pedir desculpa ao povo português, nem teve de demitir-se e convocar novas eleições. 
 
 

Um Pai Natal muçulmano!


Depois de discorrermos sobre muitas personagens reais e fictícias ao longo do ano, há uma e a propósito da quadra natalícia, que não pode deixar de ser relembrada pelo KAPAGEBE: o Pai Natal.
O Pai Natal é uma figura lendária inspirada em São Nicolau, arcebispo de Mira na Turquia, que, no século IV, costumava ajudar quem estivesse em dificuldades financeiras, colocando um saco com moedas de ouro na chaminé das casas.
Nicolau foi declarado santo depois de lhe terem sido atribuídos muitos milagres sendo mais tarde transformado em símbolo natalício em todo mundo, associando-se, assim, à celebração cristã do nascimento de Jesus Cristo no dia 25 de dezembro.
Sendo uma figura associada ao cristianismo, São Nicolau, nascido em Patara, perto da atual cidade de Gelemis, era, de origem turca, o que reforça a sua dimensão inter-religiosa e intercultural, levando-me a divagar sobre a hipótese de se criar uma versão muçulmana , uma personagem ligada aos valores da partilha, da fraternidade e da generosidade, adaptada ao Mundo Islâmico.



Seja como for, tal figura não teria, nunca, qualquer viabilidade no Mundo Ocidental, cada vez mais cético relativamente à diáspora islâmica, tão conhecida na sua vertente jihadista, como se pode ver no estudo de campo realizado e exposto em anexo...

Feliz Natal!



o estranho silêncio de Luis Amado, sobre o Banif



este ex-ministro socialista dos tempos de Guterres e Sócrates ocupava o cargo de presidente do conselho de administração do Banif, até ao seu "colapso", este fim-de-semana.
Mas ficava-lhe bem que viesse a público e explicasse aos portugueses, afinal, o que é que lá esteve a fazer, para além de receber uma  "choruda" remuneração.

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Banif, Coerência e...Pedro Passos Coelho

Recordo que Pedro Passos Coelho disse na sua 1ª intervenção como deputado, "...No dia em que o governo do Dr. António Costa necessitar do voto do PSD para aprovar alguma coisa, ele deverá pedir desculpa ao povo português, demitir-se e convocar novas eleições". 

Ora depois da Coligação PaF ter sido "arrepiada" do governo, embora eleita legitimamente, será que irão sustentar o governo PS contrariando não só as políticas defendidas pelo PSD e CDS mas principalmente pela maioria dos portugueses que votou na coligação? Veremos amanhã na votação do Orçamento rectificativo. 

Uma coisa é certa, o PCP - parceiro que viabilizou o governo PS - vai votar contra e resta agora perceber se, com o voto no mesmo sentido, o CDS/PP vai aproveitar a oportunidade para se "libertar" da aliança com os social-democratas e ganhar assim espaço no centro-direita.


Oscar Wilde dizia que "a coerência é a virtude dos imbecis", no entanto ele era apenas um poeta e não passava pelas suas "mãos" os destinos de um qualquer País. O mesmo não podemos dizer de Pedro Passos Coelho que muitos esperam não tenha, sobre a coerência, a mesma visão de Oscar Wilde.

governo Costa e associados, a corda está a partir!


orçamento rectificativo: comunistas votam contra, bloquistas impõem condições.
E a "procissão" ainda está no adro!

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Sistema Financeiro


O sistema financeiro português continua a enfrentar graves problemas de rentabilidade, imparidades e malparado. Uma eventual reestruturação do sector está longe de concluída. Evitavelmente a reestruturação que se avizinha passará por menos balcões e consequentemente menos emprego. Os Bancos não podem ser mantidos artificialmente ligados à máquina para sobrevirem com dinheiro dos contribuintes. Qualquer empresário se se colocar em dificuldades o Estado não está lá para socorre-lo. Exerce uma atividade privada com risco e deve assumi-lo. A velha parangona de que a Banca é específica, pois sem sistema financeiro não temos economia é verdade. Mas também é verdade que nem toda a banca é percentualmente relevante para gerar a ameaça do papão do risco sistémico, pelo que não creio que como contribuinte deva financiá-la.
 

 

Uma mudança bem mais significativa que a mera nomeação de um alto cargo.



A par do processo em curso de aprovação de uma lei antiterrorista, a criação da figura de um alto responsável pelo combate ao terrorismo indica uma nova abordagem ao fenómeno por parte das autoridades chinesas.

O terrorismo deixa de ser tratado no quadro da criminalidade geral para passar a ser encarado como um fenómeno de características próprias e merecedor de uma abordagem específica.

Parece que os agentes do KGB têm uma forma diferente de andar.

Vladimir Putin anda de uma forma curiosa - o seu braço direito balança muito menos do que o esquerdo, algo que poderá ter adquirido durante o seu treino de armas no KGB.

Efeito sistémico?

Espanha. PP declarado vitorioso mas sem maioria nas eleições. Vamos ver até que ponto o efeito sistémico “António Costa” tem capacidade de propagação!!


A força de acreditar


O Bloco de Esquerda acusa o anterior Governo de "crime" no Banif. Isto é que é a força de acreditar!
 

Luis Suárez e Cristiano Ronaldo!


Para quem não sabe, o Mundial de Clubes, é uma competição de futebol organizada pela FIFA e disputada pelos clubes campeões de todas as seis confederações continentais: da América do Sul, da América do Norte, Central e Caribe, da Europa, de África, da Ásia e da Oceânia.
 
Ora na edição deste ano, ganha pelo FC Barcelona, no Estádio de Yokohama, Luis Alberto Suárez, foi eleito o melhor jogador da competição. 
 
                            
 
 
Apesar da distinção o avançado uruguaio do FC Barcelona  diz que não faz parte dos três melhores do mundo. Levado pela emoção, Suárez considera que os melhores jogadores do mundo são os seus amigos de balneário. Não faz, por isso, qualquer referência ao melhor jogador do Mundo, o português Cristiano Ronaldo, avançado do Real Madrid CF.
 
 
 
Ainda bem que ele não divagou sobre as três individualidades mais importantes da sua vida. As duas primeiras, certamente os pais. A terceira distinção não poderia deixar de fugir ao seu cão. O saudoso "béu-béu", o querido fox terrier de pelo liso que o acompanhava, desde pequeno, nas incursões ao galinheiro do vizinho.
 
http://www.dn.pt/desporto/interior/luis-suarez-diz-que-tem-a-seu-lado-os-tres-melhores-jogadores-do-mundo-4946196.html

Rajoy continuará à frente do governo espanhol?


é o que se vai ver nos próximos dias!

#ouvidonoelevador "a maldição do Bella Guttman está para o Benfica como a do Natal para o Sporting"


sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Espanha, 20 de Dezembro, domingo


PP sem maioria absoluta.

Não perder o próximo episódio do "Discovery Home & Health" com Vladimir Putin!



O "The New York Times", via Reuters, deu a conhecer ao Mundo que a Rússia se preocupa, muito a sério, com o bem estar dos EUA.


Efetivamente, Vladimir Putin disse, ontem dia 17 de dezembro, que os líderes turcos "queriam lamber os norte-americanos num determinado lugar."

 
Resta determinar o referido "lugar" para determinar o objetivo, sendo certo que, enquanto certos tratamentos fazem bem ao reumatismo, outros afiguram-se como benéficos no tratamento de maleitas ao nível epidérmico.
 
 
Seja como for, não acredito que, depois do abate do Sukhoi Su-24 russo, Vladimir Putin esteja preocupado com a saúde oral de Recep Tayyip Erdogan!
 
         
         
 
Trata-se, certamente, de matéria a concretizar pelo presidente russo num próximo episódio do "Discovery Home & Health".
 
 

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

É um must ver a Maria de Belém e o Sampaio da Nóvoa explicar na SicNoticias os dramas e apoios do PS.



Há por este País fora uma espécie de higienistas morais que, à força de uma legada superioridade moral, tentam subjugar tudo e todos à sua mundivisão, sobretudo no que respeita a tradições populares.
São sobretudo autodesignados intelectuais, urbano-depressivos que ficam maldispostos assim que passam o paralelo de Vila Franca rumo norte interior. É malta que pensa que as cebolas crescem nas árvores, que os frangos já nascem sem cabeça e que os coelhos são apenas animais de estimação.
Normalmente é rapaziada que o mais que merece da parte do País real é um olímpico desprezo e alguma condescendência pela ignorância disfarçada de intelectualidade.
Vem este intróito a propósito de uma das tradições mais marcantes do Interior do País, que já aqui referi anteriormente - o Madeiro de Natal - e que será, provavelmente, um dos poucos ritos ancestrais de passagem à idade adulta que ainda hoje permanece em boa parte do Interior raiano.
Em todo o Concelho de Penamacor orgulhamo-nos de manter viva esta tradição e de ostentarmos, ano após ano, o título de maior Madeiro do País. Nunca ninguém se preocupou connosco até o evento ganhar alguma notoriedade, fruto da aposta na sua valorização como elemento cultural distintivo.
Este ano, já merecemos a distinção de terem sido alegadamente apresentadas diversas queixas em diversas entidades (Quercus, SEPNA da GNR, etc.).
Não consta que nenhuma destas queixas tenha sido apresentada por alguém que resida no Concelho ou que tenha alguma remota ligação ancestral ao mesmo. Não consta sequer que os queixosos alguma vez tenham passado perto de Penamacor. Para estes “queixosos”, a opinião de quem lá vive não interessa para nada, o importante é garantir que todos alinham pela sua suposta superior cartilha moral.
A coberto do argumento de supostamente “proteger a natureza”, arrogam-se o direito de interferir no modus vivendi secular de um povo. Nem sequer param para reflectir e perceber que o próprio fenómeno é, em si mesmo, uma forma de limpar a floresta das árvores doentes, permitindo a sua regeneração.
Pode parecer surpreendente para alguns mas no Interior há décadas que existe “consciência ecológica”. Nos madeiros são utilizadas árvores secas ou doentes, não árvores saudáveis. São as consequências de ter que viver daquilo que a terra dá…
Bom, bom era que estes “cidadãos preocupados” dedicassem os seus esforços a combater a interioridade e a desertificação populacional e que, já agora, aproveitassem o abundante tempo livre. No próximo dia 23 passem por Penamacor e assistam ao vivo e a cores a mais uma edição da Vila Madeiro.
Garanto-vos que serão bem recebidos e passarão certamente a olhar para o fenómeno com outros olhos.



P.S. – O convite para o próximo dia 23 é, evidentemente, extensível a todos os escribas deste humilde estabelecimento e respetivos leitores.

Arnaldo Matos (MRPP), um "fora da lei"?


este atual dirigente-chefe do MRPP, ao publicar no "luta popular" textos incendiários de apoio ao daesh (e ao seu bando de terroristas), justificando a barbárie dos atentados criminosos que o mundo dramaticamente conhece, coloca-se numa posição de "fora da lei".
Ora num estado democrático e de direito como é Portugal, cabe às autoridades competentes tomar as medidas cautelares e adequadas, enfrentando este tipo de provocações ilegítimas, venham elas de onde vierem.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Síria: Obama dá o "dito por não dito"


Afinal Obama já aceita Assad como chefe da Síria, foi o que disse Kerry, hoje em Moscovo, ao presidente Putin, passando uma esponja pelos "crimes contra a humanidade",  como foram classificados, por reconhecidas organizações internacionais, as mortes em massa e tortura nas cadeias do regime de Assad.

Sem razão aparente

Hoje lembrei-me desta foto.

Sem razão aparente. Será?



terça-feira, 15 de dezembro de 2015

"O plano Rogers", um complô contra os palestinianos, 1970


interessante registo sobre os acontecimentos no mundo árabe nos anos 1969/1970, a resistência palestiniana e as posições assumidas pelos EUA e URSS, numa área do globo, o médio oriente, onde se localizam 59,1% das "reservas mundiais de petróleo".

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Homossexualidade punida com prisão na "primavera árabe"!


Primavera árabe (cont.):
 
Estamos em pleno inverno, mas lembro-me muitas vezes da "primavera árabe". Sim... No Médio Oriente e no Norte de África, para além das clássicas e ultrapassadas estações do ano, experimentou-se, nos últimos anos uma estação inovadora em que se associa a chuva, o frio e o calor aos dramas humanos e à violência, associados à destruição das pouco democráticas organizações públicas de poder. Pouco democráticas pois faltava a participação cívica de alguns movimentos jihadistas de tez sunita, hoje, muito bem representados pelo daesh.

A ideia, como sempre, "completamente desprovida de qualquer objetivo económico ou geoestratégico e balizada pela experiência colhida no Iraque", consistia em laborar em prol da implementação de sistemas democráticos no Mundo Árabe. Um "Mundo", como sabemos, muito dado à sã convivência interétnica e inter-religiosa e onde a religião  está "absolutamente" separada da política. Reforço a linha de raciocínio sublinhando que a jocosidade da observação corrobora o ridículo da teoria.
 
Até parece que o principal aliado norte-americano, em tão infeliz terra, não é a uaabista Arábia Saudita, uma monarquia absolutista e teocrática, o grande impulsionador do daesh na guerra contra Assad e campeã das execuções por decapitação.
 
O resultado está à vista: violência terrorista e insegurança na Europa, escalada da guerra na Síria e no Iraque, êxodo de milhões de refugiados das zonas de conflito para a Europa. Hoje, à conta das aventuras américo-anglo-francesas, damos por nós a discutir os alicerces da UE, colocando-se em causa o Acordo de Schengen e política de abertura das fronteiras e livre circulação de pessoas.
 
 
 
 
Bem, voltando ao estímulo inicial, há pouco lembrei-me, novamente, da "primavera árabe", quando soube que seis estudantes de Kairouan, na Tunísia, foram condenados a três anos de prisão efetiva por "práticas homossexuais", tendo ficado ainda proibidos de residirem naquela cidade no centro do país durante cinco anos.
 

 

Cheias em Lisboa tem os "dias contados"?



a construção de uma vasta rede de "túneis" é a solução hidráulica para o problema que ciclicamente afecta a vida de quem trabalha e vive na capital.
Agora só falta mesmo mãos à obra e concretizar o "plano geral de drenagem de Lisboa".

domingo, 13 de dezembro de 2015

A Frente Nacional só não ganhou

A Frente Nacional só não ganhou as eleições regionais francesas.

Foi só isto que aconteceu.

E não é um mero jogo de palavras.

Pensem nisto.




sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Algumas notas sobre a sondagem da SIC/Expresso/Eurosondagem

Para alguns o copo não é nem meio cheio nem meio vazio, é tão somente de vinho.

Após vários estudos que apresentam o PS atrás da coligação, nomeadamente o do DN/JN/Católica, surge a visão do Rui Oliveira e Costa e da Eurosondagem.

No seu estudo não apresentam um copo meio cheio, com a Coligação à frente, nem meio vazio com o a coligação atrás, apresentam o tal copo de vinho.  O PS está à frente do PSD (sim do PSD não coligado) e o CDS encontra-se como a 4 força política.

Pessoalmente parece-se um sinal muito negativo para o PS estar apenas 0,7% à frente do PSD, quem diria, o PSD apenas precisa de 0.7% +1 voto para ganhar sozinho as eleições. Epá o Costa deve estar que nem pode, o António.

Recordem-se que em Abril de 2014, com o Seguro como Secretário Geral o PS estava perto da maioria absoluta (lê mais aqui) e que em Janeiro desse ano o PSD tinha um resultado inferior ao que o Sócrates teve (lê mais aqui).

(Sondagem SIC/EXPRESSO/EUROSONDAGEM retirada daqui)

É sempre um risco analisar as sondagens da Eurosondagem, fico sempre com a sensação que são estudos que estatisticamente (e um dia ainda ei de fazer este apanhado) resvalam para um dos lados. Minto, o estudo que publicam mesmo antes de eleições já costuma estar um pouco mais equilibrado. Digamos que se sabemos que por norma 65% do eleitorado está fechado 6 meses antes das eleições e que as variações no último mês são sempre muito pequenas é estranho quando encontramos grandes diferenças entre sondagens.

No entanto, a Eurosondagem é muito importante, especialmente para a dinâmica de uma campanha, pois é a credibilidade que o Expresso e a Sic lhe dão.

(Sondagem DN/JN/CATÓLICA retirada daqui)



Por favor não estragar...



No site da Comissão Europeia já se encontram os números de Portugal para 2015, que são os seguintes:

Crescimento do PIB: 1,7%

Inflação: 0,5%

Desemprego: 12,6%

Deficit: 2,9%

Peso da divida publica em termos de PIB: 128,2%



O caminho ainda é longo mas apenas me cabe dizer aos "novos" governantes...POR FAVOR NÃO ESTRAGAR o que com muito custo os portugueses conquistaram. 

O contribuinte agradece.

"História da Greve Académica de 1907", Universidade de Coimbra


e o célebre manifesto de Antero de Quental, na revolta dos estudantes, em 8 de Dezembro de 1862, uma edição da Coimbra Editora.

De quem é a culpa pelo atraso educacional brasileiro?


Segundo uma notícia de hoje do DN, o ex-presidente do Brasil Lula da Silva culpabilizou a colonização portuguesa pelos atrasos na educação brasileira, afirmando que Álvares Cabral descobriu o país em 1500 e a primeira universidade brasileira apenas foi criada em 1922.
 
 
 
 
Estamos sempre a aprender coisas novas! Agora, a culpa pelo atraso educacional brasileiro é dos Portugueses. Pensava eu que as universidades portuguesas acolhiam estudantes brasileiros desde 1500:)
 
Seja como for, o "Grito do Ipiranga" ocorreu nas margens do riacho com o mesmo nome, em 7 de setembro de 1822. Portanto, ficámos a saber que os nossos irmãos brasileiros só se lembraram de fundar uma universidade, 100 anos após a proclamação da independência.
 
Com um pouco de sorte os atrasos do Brasil nada têm a ver com fenómenos desviantes como a corrupção ou a inabilidade política dos seus governantes. Talvez o reflexo daquilo que se passa por terras de Camões. Um abraço Lula!
 
 
ps: As bases do ensino superior brasileiro foram lançadas no final de século XVII e XVIII. A primeira universidade brasileira foi a Universidade do Rio de Janeiro e resultou na junção das Faculdades de Medicina, Direito e Engenharia. Em 1792, foi criada a Real Academia de Artilharia, Fortificação e Desenho, instituição de ensino superior precursora da atual Escola Politécnica da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Em 1808 foi criada a Faculdade de Medicina da Baía, na sequência da chegada ao Brasil da Coroa portuguesa...
 
 
 

Os irredutíveis beirões



“Há, na parte mais ocidental da Ibéria, um povo muito estranho: não se governa nem se deixa governar!” Esta frase foi alegadamente escrita pelo General Galba, governador romano da Ibéria em carta enviada ao Imperador, referindo-se aos Lusitanos e às dificuldades que com estes enfrentava. 
Pois ali nos confins da Beira Interior, há um Povo que ainda hoje teima em manter vivas as tradições, alheios à voracidade e massificação trazidas pelo mundo moderno. 
Esse é o meu Povo!

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

A cidade do Porto lidera o ranking de Melhor Destino Emergente da Europa e está em terceiro lugar a nível mundial

A cidade do Porto lidera o ranking de Melhor Destino Emergente da Europa e está em terceiro lugar a nível mundial. 

Os prémios Travellers' Choice Destinos Emergentes 2015, promovidos pelo TripAdvisor, destacaram 52 destinos em todo o mundo, que obtiveram o feedback mais positivo dos utilizadores do portal de viagens.


A classificação final foi atribuída após soma e análise dos comentários dos leitores.

Numa lista de 10 cidades, a TripAdvisor classificou o Porto à frente de Moscovo, na Rússia, em segundo lugar, e de Brighton, em terceiro. Do top ten consta apenas mais um destino português, o Funchal, na Madeira, que se ficou pela sexta posição.



No total, foram mais de 300 as atrações recomendadas pelo site aos turistas que pretendam visitar a Invicta. “Passear pelas suas ruas é como viajar através do tempo”, escreveu a TripAdvisor.

O TripAdvisor destaca no Porto algumas visitas consideradas obrigatórias. Entre as que recolheram mais opiniões positivas contam-se, por exemplo, a ponte D. Luiz, o Palácio da Bolsa, a Torre dos Clérigos, o Parque da Cidade, a Igreja de São Francisco, o Estádio do Dragão, a Casa da Música, a Sé, o Museu de Serralves, a Capela das Almas o farol do Molhe.

Na lista dos 10 destinos emergentes a nível mundial, a liderança pertence a Tulum, no México, seguindo-se Cartagena, na Colômbia, e, em terceiro, o Porto.

O PORTO ESPERA POR VÓS ...


Sorority, irmandade - desmistificando o mito







PHI MU com muito orgulho ...

Com 18 anos cheguei aos EUA, tinha acabado de entrar na faculdade em Charleston, quando me deparei com algo absolutamente novo - sorority and fraternity - the Greek way of Life.


Com alguma curiosidade, aceitei uma semana de desafios temáticos, com o intuito de após uma semana, no "dia das licitações" ser convidada (licitada) a pertencer a uma ou mais das irmandades a que me tinha candidatado, através de carta oficial.

Todas as irmandades têm requisitos de acesso, tais como GPA (média académica), currículo de voluntariado comunitário, prática de desporto competitivo, antepassados da mesma irmandade, ser sociável e assim por diante.

No "Bidding Day" recebi histericamente, com a alegria típica de uma jovem de 18 anos, as diversas cartas com letras gregas e fiz então a minha escolha de irmãs. 

Foi um enorme orgulho ser a única estudante internacional a pertencer aquele "chapter da Phi Mu". 

Após ter aceite o convite cobriram a porta do meu quarto com postais, fotografias e peluches alusivos (tudo cor de rosa e com o leão e letras gregas) da irmandade e disseram-me que teria que estar sempre 24h disponível para todas, assim como elas estariam para mim. 

Comecei aqui um percurso que inclui praxe e juramento (Pledge) no qual ganhei irmãs para a vida!

Fui acordada numerosas vezes a meio da noite para,mesmo de pijama ir ajudar  a empacotar donativos, para ir distribuir alimentos ou para dar apenas uma palavra amiga a alguém que precisava, mas fui também acordada para várias festas surpresa e muita diversão! 

Aprendi o que é voluntariado, militância, o que é estar disponível pelo grupo, pelo projeto, pela amiga, pela irmã! 

Aprendi com os meses e anos que os  membros que formam uma irmandade compartilham os seus esforços, amizade e conhecimento. 

Juntas, as mulheres aprendem, crescem e tornam a irmandade, comummente chamada de uma "organização grega", mais forte, ano após ano, década após década.

Os ensinamentos base compreendem os ideais de amizade, companheirismo, a importância de prestar serviços à comunidade e interacção social, bem como manter sempre um elevado grau académico, o que facilita sermos convidadas a morar na mansão.
As irmãs tendem a organizar grandes festas, mas também a fazer sessões de estudo e de angariação de fundos pela comunidade, nas quais fazem lavagens de carros e vendas de cupcakes por exemplo.

Estas organizações são referidas como "Greek" porque seus nomes consistem em letras gregas. Pertencer a uma das organizações gregas melhora a experiência educacional, enfatizando o desenvolvimento intelectual, interpessoal e social. 



Posso dizer que a minha vida se tornou muito mais "PINK" desde então ...



Thank you Phi Mu for the pictures