sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Os irredutíveis beirões



“Há, na parte mais ocidental da Ibéria, um povo muito estranho: não se governa nem se deixa governar!” Esta frase foi alegadamente escrita pelo General Galba, governador romano da Ibéria em carta enviada ao Imperador, referindo-se aos Lusitanos e às dificuldades que com estes enfrentava. 
Pois ali nos confins da Beira Interior, há um Povo que ainda hoje teima em manter vivas as tradições, alheios à voracidade e massificação trazidas pelo mundo moderno. 
Esse é o meu Povo!