sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

ALDRABAR artificialmente

Gostei da utilização do termo "melhorar artificialmente" por parte da UTAO quando confrontada com o esboço de Orçamento apresentado por António Costa e Centeno...

Eu usaria o termo "aldrabar", mas são estilos!!!