quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Sobre as Presidenciais


As eleições do passado domingo revelaram, no essencial, 4 situações:

1.    Que pelo voto o povo português rejeitou a lógica de uma esquerda unida como se fosse o manifesto de uma vontade profunda popular;

2.    Um PS dividido cujo seu líder caminha sobre os escombros de um partido que não soube unir e vê o seu “aliado” BE progredir perigosamente no seio do seu eleitorado;

3.    Um Primeiro-Ministro vislumbrado pelo Poder que se dá ao luxo de discursar na qualidade de líder do Executivo, depois do Presidente da República eleito, fazendo da sua 3.ª derrota, a sua 3.ª vitória;

4.    Um PCP que irá refletir seriamente no péssimo resultado que alcançou e no apoio que tem manifestado a este Governo, o qual o desvia da sua matriz de pensamento ideológico com as consequências visíveis.