quinta-feira, 28 de julho de 2016

A VITÓRIA DA HIPOCRISIA


A secretária-geral adjunta do PS, Ana Catarina Mendes, considerou que a decisão da Comissão Europeia de aplicar sanção zero a Portugal constituiu "uma indiscutível grande vitória" do Governo, contrariando a "subserviência" do anterior executivo face a Bruxelas. Mais referiu que tal decisão foi igualmente uma “derrota da direita que, como as recentes declarações de Pedro Passos Coelho apontavam, parecia apostar na efetivação das sanções a Portugal como arma de arremesso político-partidário, não sabendo colocar os interesses nacionais acima dos interesses partidários". Pois bem, se a hipocrisia matasse, Ana, tal como este Governo, e todos os partidos que o geringonçam estariam extintos, pois sempre ao longo deste processo foram afirmando que eventuais sanções a Portugal seriam responsabilidade das políticas económicas do anterior Governo de Passos Coelho. Moral da história: As políticas do anterior Governo sofreram sanção Zero! As do atual, ainda nem concluído está o período de análise de cumprimento do défice, e já vai tendo a imposição das instituições europeias de 500M€ de medidas adicionais para o corrente ano, numa espécie de tolerância zero para o que se aproxima.