sexta-feira, 23 de junho de 2017

UM ESTADO ALHEIO À RESPONSABILIDADE


Depois do fracasso do Estado na questão dos incêndios em Pedrogão Grande, naquilo que deveriam ser as suas funções básicas de garante da segurança e proteção de pessoas e bens, parece que esse mesmo Estado se alheou do apuramento de responsabilidades. Face aos acontecimentos, não se reconhecer, quanto mais, não se assumir responsabilidades, revela uma falta de coragem e sobretudo de respeito pelas famílias destruídas e por toda uma comunidade em sofrimento.