segunda-feira, 3 de julho de 2017

A RESPONSABILIDADE POLÍTICA À DISTÂNCIA DE UMA DETONAÇÃO

 
O que sucedeu em Tancos é uma séria ameaça à segurança nacional. Nada nos garante que por detrás desta situação não estejam grupos extremistas e terroristas envolvidos. As circunstâncias ainda estão por esclarecer, mas é extremamente difícil aceder e transportar a quantidade de material que foi roubado daquele local, sem que houvesse informação interna privilegiada disponível. Tratou-se indubitavelmente de um ato planeado só ao alcance de redes criminosas bem organizadas. Como tal, tratando-se de um ato de extrema gravidade deveria ter as correspondentes consequências políticas. Parece que as há mas apenas no discurso e na retórica, pois a mesma não se materializa em atos e condutas dos seus responsáveis. Até existe uma nova tipologia de responsabilidade que é a "responsabilidade quotidiana" ou lá o que isso significa. É que exonerar-se 5 comandantes de unidades não mais é que tapar o sol da responsabilidade política e governativa com a peneira. A responsabilidade política à distância de uma detonação.