sexta-feira, 28 de julho de 2017

DEMOCRACIA HIGIÉNICA


O Portugal democrático, livre no pensamento, na liberdade de expressão, na tolerância, dos valores fundamentais, parece cada vez mais sucumbir aos braços desta democracia higiénica em que nos tentam colocar a cada dia. Somos reconduzidos aos tempos dos feudos medievais em que somente ao nobre lhe cabe a palavra e a livre manifestação! O sermos livres de emitir opinião apenas quando a mensagem dá jeito, revela a opacidade democrática em que vivemos. Os tempos parecem ser dos peroradores da moral e da razão como marca de exclusividade, a par dos defensores dos direitos, liberdades e garantias unicamente nos momentos de maior conveniência!