terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

O herói-surpresa da retoma






O Finantial Times assume hoje que Portugal é o herói-surpresa da retoma na Zona Euro (ver aqui) 

Reconhece os indicadores positivos conseguidos no âmbito das exportações e a forma como tem superado as estimativas económicas. Dá também a perspectiva mais negativa e do preço da austeridade, da emigração e das fracas perspetivavas que os portugueses têm no seu futuro.

É claro que este reconhecimento do FT vale o que vale do ponto de vista eleitoral (ver aqui) e que estas notícias pouco ou nada se têm refletido na intenção de voto, conforme as sondagens têm demonstrado (ver aqui), mas é inegável que este reconhecimento é mais um sinal positivo para o Governo e mais uma má notícia para o Seguro...





1 comentário:

  1. Verdade que o PSD e CDS não estão nada bem nas sondagens.....os portugueses ão se mentalizaram que todas as medidas de austeridades são absolutamente necessárias.Isto de rolar dividas com a barriga durou umas dezenas de anos até os creodres dizerem: basta.A partir daí o Sócrates ou qualuer outro teria que ir ao FMI, como o foi Soares e mesmo essa ainda gasotu e astante o ouro acumulado do Slazar que era a unica coisa onde ele era bom.Que poderia haver outros caminhos é óbvio que sim...mas isso requereria mais tempo e o "mais fácil" era irnos aos bolsos de todos.Agora penar que eles são mauzinhos e não vamos votar neles outra vez...é a coisa mais absurda e não querer ver o sol...nós preferimos ser as touperias.Foram-nos ao bolso...agora vingamo-nos neles e vão todos a correr votar num partido que sempre mas sempre prejudicou Portugal..Mas nó ssomos assim......Quando o PS assmir o lugar só peço a Deus qe proteja Portugal porqeu eles irão estar tão amarrados quanto e capazes de fazer asneira grossa para salvar a fachada.

    ResponderEliminar