quarta-feira, 1 de outubro de 2014




Aguarda-se com serenidade a inevitável prova de coerência aquando da eventual saída de António Costa da CML.

1 comentário: